O Fósforo e a Vela

 

Certo dia, o fósforo disse a vela:
– Eu tenho a tarefa de te acender.

Assustada, a vela respondeu:
– Não, isso não. Se eu for acesa, meus dias estarão contados, ninguém mais vai admirar minha beleza.”

O fósforo perguntou:
– Tu preferes passar a vida inteira inerte e sozinha, sem ter experimentado a vida?

A vela sussurrou insegura e apavorada:
– Mas queimar dói e consome minhas forças.

É verdade, disse o fósforo, mas este é o segredo de nossa vocação. Nós somos chamados a ser luz! O que posso fazer é pouco, se não te acender perco o sentido da vida. Eu existo para acender o fogo, tu como vela existe para iluminar os outros. Tudo o que ofereceres por meio da dor, do sofrimento, e do teu empenho será transformado em luz. Tu não te acabarás consumindo-te pelos outros, pois, eles passarão o teu fogo adiante.

Em seguida a vela afiou o seu pavio e disse cheia de expectativa:
– Eu te peço, acende-me!
Autor desconhecido
Image
: Só palavras

 

Dia da vovó

cozy-3768836_640
Imagem: Internet isenta de direitos

Comemora-se o Dia dos Avós em 26 de Julho, e esse dia foi escolhido para a comemoração porque é o dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

Conta a história que Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança.

Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria.

Santa Ana morreu quando a menina tinha apenas 3 anos. Devido a sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos.

Maria cresceu conhecendo e amando a Deus e foi por Ele a escolhida, para ser Mãe de Seu Filho.

São Joaquim e Santa Ana são os padroeiros dos avós.
Via Portal São Francisco

DSCF2138

Loryanne

Eu também sou avó. Loryanne, minha netinha querida, é para mim um amor novo, profundo que enche meu coração de felicidade. Eu já a amava muito quando estava a caminho e agora que está com 7 anos, continuo a amá-la sem medida.

Sinto-me realmente feliz tê-la ao meu lado quando vem me visitar. Sentia falta da presença, do abraço, do carinho, pois as visitas cessaram devido ao covid-19. Felizmente, com a entrada em vigor para reuniões internas, foi um imenso prazer tê-la novamente de volta à esta casa, mas respeitando as distâncias.

A minha maior alegria é vê-la com saúde, acompanhar seu crescimento, dar-lhe o meu amor.

 

 

 

 

Baronesa de Grajaú

UM DOS CRIMES DA BARONESA DE GRAJAÚ

Dona Anna Rosa Viana Ribeiro, casada com o médico Dr. Carlos Fernando Ribeiro, chefe do Partido Liberal da Província do Maranhão e pessoa de alto conceito na sociedade ludovicense, que chegou a exercer a presidência da Província, como foi agraciado, mais tarde, com o título de Barão do Grajaú, por D. Pedro II.

Anna gozava, entretanto, da fama de ser mulher geniosa e ciumenta. Um dos seus atos criminosos seu deu no Engenho Gerijó, em Alcântara, um dos mais importantes estabelecimentos da época no Maranhão. O caso aconteceu com a escrava de nome Militina, cuja beleza e o brilho dos dentes perfeitos despertaram a admiração do Barão de Grajaú. Um dia enquanto a escrava servia a mesa do jantar, o mesmo teceu elogios. A baronesa, então, enciumada, mandou arrancar um a um, todos os dentes da escrava com uma torquês.

LOPES, Alcântara: subsídios para a história da cidade, 2002.

Imagem: Coluna do Sarney Archives
Texto: Denilson Ribeiro Campelo ( Facebook )

 

A volta do amor

Imagem Pixabay

E quando o amor reaparece,
de repente, no fim do dia,
a gente sempre se esquece
que quase morreu de agonia.

E ele chega faceiro,
no olhar, nenhuma culpa.
Ah! Seu moleque matreiro,
nem venha pedir-me desculpa!

Mas ele me abraça, despudorado,
quebrando qualquer argumento;
E meu coração, desmoralizado,
entrega-se sem perda de tempo!

O tempo para,
a gente perde a hora;
e o coração nem repara
quando ele vai embora!

Lídia Vasconcelos

Dia dos Pais

Você sabe de onde vem o dia dos pais?

Origem

Desde a Idade Média, o Dia dos Pais é comemorado em famílias católicas em 19 de março. Esta data corresponde ao dia de São José, considerado o suposto pai adotivo de Jesus. Mas foi no século XX que nasceu a primeira festa não religiosa.

A origem mais conhecida do dia dos pais moderno remonta ao século XX. Estamos nos Estados Unidos, o verdadeiro berço das festas populares como os conhecemos hoje. É a história da família Smart Dodd e a dedicação particular da jovem Sonora que influenciará o estabelecimento de um feriado nacional que será formalizado como uma celebração nacional pelo presidente Richard Nixon em 1972.

Sonora Louise Smart: quem inspirou o Dia dos Pais

Foi em 1842 em Jenny Lind, no condado de Sebastian (Arkansas), que nasceu Sonora Louise Smart, de William Jackson Smart e sua esposa Ellen Victoria Chee Smart. Agricultor, William Smart também foi oficial e serviu durante a Guerra Civil.

Em 1919, Sonora tinha apenas 16 anos quando sua mãe morreu dando à luz Marshall: seu último filho e o irmão mais novo de Sonora. A partir dessa data, ela investiu na educação de seus irmãos mais novos, ao lado de seu pai William, que teve que assumir a fazenda da família.

Sonora Louise Smart estimava muito o pai. Um dia, ela vai à Igreja e ouve uma pregação dedicada ao Dia das Mães, recém-criada nos Estados Unidos. A partir dessa data, ela decide fazer campanha pela paternidade para obter esse reconhecimento por sua vez.

Ela então se aproximou da Aliança Ministerial de Spokane: uma cidade próxima à residência da família, localizada entre Washington, Creston e Wilbur. Ela sugere que eles instituam um “dia de honra dos pais” e propõe a data de 05 de junho, o aniversário de seu pai.

9 de junho de 1910: primeira celebração do dia dos pais em Spokane, Washington.

A aliança finalmente escolherá o último domingo de junho para celebrar os pais. A primeira celebração do dia dos pais ocorrerá em 1910, em spokane. Com o tempo, essa idéia se tornará cada vez mais popular e se espalhará por todo o país. Em 1916, a cidade até recebeu um telégrafo do presidente Woodrow Wilson para elogiar a idéia da celebração.

1966: Proclamação do Dia dos Pais

Foi em 1966 que o presidente Lyndon B. Johnson oficializou o terceiro domingo de junho como o Dia dos Pais nos  Estados Unidos.

1972: instituição oficial e permanente do Dia dos Pais

Em 1972, o Presidente Nixon foi ainda mais longe e estabeleceu o Dia dos Pais como uma celebração nacional oficial e permanente. Sonora Louise Dodd será homenageada em 1974 na Feira Mundial de Spokane. Ela morreu quatro anos depois, aos 94 anos.

3° domingo de junho é o Dia dos Pais no Canadá.

A data de 19 de março é, no entanto, mantida em Portugal, Itália, Espanha ou países da América Latina.

Parabéns a todos os pais! Que Deus os abençoe!

Fonte: Tête à modeler
Imagem: Pixabay

 

 

 

 

Amor Sempre Amor

Dia dos Namorados no Brasil !

No Dia dos Namorados pensamos naqueles que fazem as nossas vidas preciosas. O Dia dos Namorados marca a beleza do amor. É hora dos apaixnados se reunirem para celebrar o que têm de mais caro : amor recíproco. Está na hora de seduzir o seu querido parceiro. Segundo Jean Cocteau,o verbo «amar» é o mais complicado da língua. O seu passado nunca é simples, o seu presente é apenas imperfeito e o seu futuro sempre condicional. Mas que alegria conjugar a sua vida com a pessoa que a gente ama!
Feliz Dia dos Namorados a todos os apaixonados!
Imagem: Pixabay

 

Dia Internacional das Crianças Vítimas de Agressão e Violência

4 de Junho

A violência contra a criança é um assunto que desperta interesse de toda a sociedade que busca entender as razões de tal abuso.

Zelar pelas crianças não é uma tarefa exclusiva dos pais, mas também dos parentes, da comunidade, dos profissionais de saúde, dos líderes de modo geral, dos educadores, dos governantes, enfim, da sociedade como um todo.

O quatro de Junho não é data para se comemorar. Absolutamente, não. É um dia, isto sim, para se reflectir sobre algo terrível: a violência contra as crianças.

Porém, dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) apontam que nos países em desenvolvimento mais de 250 milhões de crianças de 5 a 14 anos de idade trabalham.

Nas grandes cidades, muitas crianças são ambulantes, lavadoras e guardadoras de carros e engraxadoras., vivendo de gorjetas, sem remuneração ou com, no máximo, um salário mínimo.

Esta situação as afasta da sala de aula e também das brincadeiras, jogos fundamentais para um desenvolvimento psicológico saudável rumo à vida adulta.

Consequência da pobreza, uma vez que essas crianças necessitam trabalhar para ajudar no sustento familiar, o trabalho infantil é proibido em quase todo o Mundo e o seu combate é considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) uma das prioridades dos países em desenvolvimento.

As crianças exploradas como soldados, mão-de-obra ou para o tráfico de seres humanos têm sido uma preocupação constante nas intervenções da Igreja Católica a nível internacional.

As autoridades internacionais são desafiadas a combater esses abusos e criar dispositivos legais que protejam, efectivamente, os menores.

Fonte: Portal São Francisco

Enquanto eles estiverem vivos.

 

Às vezes, basta apenas um telefone
Ou uma palavra que a gente escreve
Para alguém que espera
E espera por um amigo ou irmão

Para aqueles que perdemos de vista
Porque a vida
Os mudou de rua

O tempo é um ladrão
Um desencanto
Uma ampulheta sem coração

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto estiverem vivos, vivos

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto for tempo, ainda tempo.

Quando penso em minha mãe
Que eu deveria ter amado como uma oração

E teu olhar de mulher
Que me comove,  porque tu és minha mulher

A vida é apenas um flash,
Uma ilusão
Que desaparece no ar

O amor, aquele que damos
É uma chave
Quem faz os homens viverem

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto estiverem vivos, vivos

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto for tempo, ainda tempo.

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto estiverem vivos, vivos

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto for tempo, ainda tempo.

Um dia, será suficiente
Com um simples gesto
Escutar suas vozes

Para que minha vida se ilumine
Numa luz
Que me acompanhará

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto estiverem vivos, vivos

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto for tempo, ainda tempo.

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto estiverem vivos, vivos

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto for tempo, ainda tempo.

Devemos dizer te amo
A todos aqueles que amamos
Enquanto estiverem vivos, vivos

Dia das Mães em confinamento

Como muitas coisas neste tempo difícil que estamos vivendo, as festividades do Dia das Mães vão ser alteradas. Alguns infelizmente estarão separados de sua querida mãe no próximo dia 10 de maio, devido o isolamento social por causa de coronavírus. Felizmente, o confinamento não afeta a internet e assim todas podem receber bom número de mensagem via redes sociais. Parabéns para todas as mães do mundo pelo seu amor incondicional !

Lírio do vale

“Olhai os lírios do campo! Eles não trabalham nem fiam. Porém, Eu vos digo: nem o Rei Salomão, em toda a sua glória, jamais se vestiu como um deles”, disse Jesus segundo Mt 6, 28-30.

Amanhã, começa o mês de maio, mês das noivas e das flores. O lirio do vale, florzinha delicada e perfumada com a forma de pequenos sinos, tornou-se símbolo desse mês . No dia 1° é costume presentear as pessoas que amamos com ramo de lirio do vale, a flor da felicidade.

Lenda (Internet)

Conta a lenda que uma flor de lirio do vale um dia se tomou de amores por um rouxinol que vinha todos os dias ao vale alegrando tudo em redor com o seu canto mavioso, pousado no ramo de uma árvore. A flor do lirio do vale era tímida e para ouví-lo cantar escondia-se por entre as ervas. Um dia o rouxinol deixou de aparecer. Ela o esperou dia após dia, em vão. Cheio de tristeza, o lirio do vale deixou então de florir. Só voltou a dar flores em Maio, quando o seu amigo rouxinol regressou ao vale, enchendo-o de felicidade, que na linguagem das flores, assim se tornou a flor da felicidade.