Dia dos Namorados

41eec0b4

Dia dos Namorados, 12 de junho, é uma data importante no calendário brasileiro. Acontece na véspera do dia consagrado a Santo Antonio, o “santo casamenteiro”.

Feliz Dia aos casais de namorados, pretendentes e apaixonados !

O Amor…
É a única trilha aonde duas almas se tornam únicas e seguem o mesmo rumo até a eternidade.
Sirlei Passolongo
Imagem: Internet

Dia Internacional da Mulher

Amanhã, 8 de Março, é o Dia Internacional da Mulher
Parabéns para todas as mulheres que trazem cor e doçura para nossas vidas.

Quero sublinhar esse dia com um poema de Sirlei Passolongo e uma citação de Cora Coralina.

silence-femme
silence – Femme jpg

Mulher
Não se cale…
Não se entregue
Não tema
Vencemos tantas batalhas
Mas não podemos nos deixar vencer
Pelo silêncio
( Sirlei Passolongo

Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida, removendo pedras e plantando flores.
( Cora Coralina )

 

Crueldade

safe_image.phpAlessandra Strutzel é a blogueira que comemorou a morte de uma criança  de 7 anos porque era neto do ex-presidente Lula.

Fiquei chocada em ver a sua satisfação em citar a morte da criança como uma “boa notícia”. Nota-se que ela fez questão de ilustrar a boa notícia com símbolos de felicidade.  Foi grande a reação dos internautas criticando sua atitude e Alessandra apagou a postagem e tentou se justificar.

“Espero que me desculpem. Quero que todos saibam que eu jamais iria comemorar a morte de uma pessoa, muito menos a morte de uma criança. Com a postagem que fiz, eu só queria saber como as pessoas reagiriam, mas agora eu sei que fiz isso de uma forma muito infeliz. Fico contente que a reação tenha sido negativa, porque isso mostra que as pessoas não perderam a sensibilidade. Mas fico triste porque mesmo as pessoas que me conhecem  tenham achado de verdade que eu seria capaz de um mal sentimento”, postou Alessandra.

Ela sabia perfeitamente o que estava fazendo e é inaceitável comemorar a morte ainda mais de uma criança. Essa pessoa não tem coração, é insensível ao sofrimento alheio. Entendo que algumas pessoas não gostem de Lula, mas esse ódio insano pelo ex-presidente não é normal, ao ponto de se gloriar com a morte do neto.

 

 

 

Dia da Saudade

Saudade é um estado emocional profundo nostálgico ou melancólico por algo ausente ou alguém.

Saudade é a lembrança de sentimentos, experiências, lugares ou eventos que uma vez trouxe emoção, prazer, bem-estar, que agora desencadeia os sentidos e faz viver novamente.

Este sentimento sempre foi tema de músicas, poemas, filmes e não há quem já não o tenha sentido.

A saudade é a memória de algo ou alguém ausente – lembrança nostálgica e suave -, que vem junto com a vontade de ver novamente a pessoa ou o lugar que nos falta. É comum se manifestar entre parentes, amigos, casais enamorados, casados ou não.

Uma apologia da saudade

O educador Gilberto Freyre, em excelente artigo sobre saudade, faz, digamos assim, uma espécie de elogio a esse sentimento tão cantado em prosa e verso pela literatura universal. Ele mesmo cita Camões para explicar o porquê de ser um simpatizante da saudade.

De acordo com ele, a saudade do passado, aliada à fé no futuro, podem se completar de maneira brilhante, para erguer ou reerguer os valores de um povo ou nação.

E afirma: “A saudade do Brasil fez com que José Bonifácio renunciasse às vantagens que lhe eram oferecidas pela Europa e viesse ser, em sua terra (…) o campeão da independência nacional e o primeiro organizador do futuro do Brasil. (…) A saudade do Brasil fez com que Gonçalves Dias escrevesse no exílio os, há mais de um século, popularíssimos versos “Minha terra tem palmeiras”.

Luís de Camões, poeta português, escreveu o livro “Os Lusíadas”, fortemente marcado por um sentimento de saudade dos tempos gloriosos de Portugal (das conquistas marítimas portuguesas).

Quem tem medo de saudade?

Dizem que todo encontro traz em si a possibilidade da separação. E que daí viria certo sentimento de tristeza ou melancolia experimentada pelos enamorados, quando estão juntos.

Quem já não se deparou ou se viu nessa cena? O casalzinho sentado de mãos dadas, cabisbaixos, tristes de amor: tristes de uma possível saudade. Seria, assim, uma forma de saudade antecipada. Que, talvez, jamais venha, mas está ali, entre os dois, como algo que pode ser, pode acontecer, pode vir.

A saudade, enfim, faz parte do nosso dia-a-dia, sem nem nos darmos conta. Terminais rodoviários, aeroportos, estações de trem e mesmo e-mails enviados pela rede internet no mundo inteiro são ambientes onde a saudade, em alguns casos, também se manifesta.

A saudade é sempre saudade de coisas boas que vivemos ou vimos, ninguém sente saudade de tragédia, não é, mesmo?

No dia 30 de janeiro se comemora o Dia da Saudade. E para desejar a todos um Dia da Saudade cheio de boas lembranças, nos apropriamos de um poema do grande Mário Quintana:

Saudade

Na solidão na penumbra do amanhecer.
Via você na noite, nas estrelas, nos planetas,
nos mares, no brilho do sol e no anoitecer.

Via você no ontem , no hoje, no amanhã…
Mas não via você no momento.

Que saudade…

Mário Quintana

Fonte: Portal São Francisco
Imagem: Estante Educativa

 

 

 

Dia da Liberdade de Culto

7 de Janeiro

Segundo o artigo 5º da Constituição de 1988, é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias .

Dia da Liberdade de Culto

E a Carta Magna acrescenta: Ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa, convicção filosófica ou política.

Por sugestão do escritor baiano Jorge Amado, então deputado federal pelo Partido Comunista Brasileiro de São Paulo, a liberdade religiosa já havia sido assegurada pela Constituição de 1946.

Mas a primeira lei sobre o tema é de 7 de janeiro de 1890, daí a comemoração nesta data. Trata-se de um decreto assinado pelo presidente Marechal Deodoro da Fonseca.

No Brasil, a liberdade de culto e o respeito às diversas religiões são fundamentais para um convívio social pacífico, ao mesmo tempo em que enriquecem nossa cultura.

Fonte: www.ftd.com.br
Portal São Francisco

DIA DO IDOSO

nostalgia  No dia 1° de outubro, comemora-se o Dia do      Idoso, pessoa que possui idade igual ou superior a  60 anos. Essa data, que marca o dia em que a Lei N° 10.741 (Estatuto do Idoso) entrou em vigor, é fundamental para reforçar a importância da proteção a esse público e para reavaliarmos nossa atitude com relação aos idosos.

 O envelhecimento é um fenômeno normal que atinge todos os organismos vivos, mas muitas pessoas não sabem lidar com esse processo. Diante disso, o aumento da expectativa de vida no Brasil, que hoje ultrapassa os 71 anos de idade, representa um desafio para toda a sociedade, que deve criar formas de amparar melhor os idosos.

Estatuto do Idoso – Lei N° 1o.741, de 1° de outubro de 2003

A criação do Estatuto do Idoso em 2003 representou um grande avanço na vida dessa parcela de nossa população, que frequentemente é vítima de maus-tratos e abusos de todas as formas. Esse estatuto estabeleceu os direitos dos idosos, como a prioridade em alguns serviços e a garantia de acesso à saúde, alimentação, educação, cultura, lazer e trabalho.

A partir do Estatuto do Idoso, também ficou estabelecido, entre outros pontos, que é crime:

Discriminar pessoa idosa, impedindo ou dificultando seu acesso a operações bancárias, aos meios de transporte, ao direito de contratar ou por qualquer outro meio ou instrumento necessário ao exercício da cidadania, por motivo de idade.

Abandonar o idoso em hospitais, casas de saúde, entidades de longa permanência, ou congêneres, ou não prover suas necessidades básicas, quando obrigado por lei ou mandado.

Expor a perigo a integridade e a saúde física ou psíquica, do idoso, submetendo-o a condições desumanas ou degradantes ou privando-o de alimentos e cuidados indispensáveis, quando obrigado a fazê-lo, ou sujeitando-o a trabalho excessivo ou inadequado.

Negar a alguém, por motivo de idade, emprego ou trabalho.

Apropriar-se de ou desviar bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento do idoso, dando-lhes aplicação diversa de sua finalidade.

Reter o cartão magnético de conta bancária relativa a benefícios, proventos ou pensão do idoso, bem como qualquer outro documento com objetivo de assegurar recebimento ou ressarcimento de dívida.

Exibir ou veicular, por qualquer meio de comunicação, informaçõess depreciativas ou injuriosas à pessoa do idoso.

Coagir , de qualquer modo, o idoso a doar, contratar, testar ou outorgar procuração.

Envelhecer envolve diversos problemas que afetam a qualidade de vida de uma pessoa, como dificuldade para locomover-se, problemas de memória, além de várias doenças crônicas da idade, tais como diabetes e pressão alta. Muitos desses problemas poderiam ser amenizados com a realização de atividades físicas, atividades intelectuais e, principalmente, consultas periódicas ao médico.

Veja a seguir algumas dicas para ter uma velhice mais saudável :

Pratique exercícios físicos, pois estes melhoram a musculatura, ajudam a diminuir os riscos de doenças no coração, diabetes e obesidade, aliviam o estresse e ansiedade, entre vários outros benefícios ;

Mantenha uma alimentação saudável e beba sempre muita água ;

Durma bem. Lembre-se  sempre de dormir de sete a oito horas por noite ;

Realize atividades que estimulam o cérebro. Iniciar um novo curso pode ser uma boa ideia.

Via Mundo Educação
Imagem Le Blog des Rapports Humains

 

AINDA TE NECESSITO

664cb37bd91f7866a69163730b965d34
Um poema de Pablo Neruda para a festa de St-Valentin, comemorada na próxima semana, 14 de fevereiro.

 

Ainda  não estou preparado para perder-te
o estou preparado para que me deixes só.

Ainda não estou preparado para crescer
e aceitar que é natural,
para reconhecer que tudo
tem um princípio e um final.

Ainda não estou preparado para não te ter
e apenas te recordar
Ainda não estou preparado para não poder te olhar
ou não poder te falar.

Não estou preparado para que não me abraces
e para não poder te abraçar.

Ainda te necessito.

E ainda não estou preparado para caminhar
por este mundo perguntando-me: Por quê ?

Não estou preparado hoje nem nunca estarei.

Ainda te necessito.

Pablo Neruda