Cartão de Natal

flower-3115353_640_thumb.jpg

Imaginei um cartão de natal
Onde pudesse ler sua alma
Fazer sorrir seu coração…
Uma rosa aveludada
Um bombom de morango
Uma fita de cetim
Uma canção de anjo
Na rosa… Seus desejos
No bombom, um beijo
Na fita, suas esperanças
Na canção… Nossa amizade
Ecoando no horizonte.

(Sirlei L. Passolongo)

 

Ame sempre…

Diz um conto chinês que um jovem foi visitar um sábio conselheiro e lhe falou sobre as dúvidas que tinha a respeito de seus sentimentos por uma bela moça a quem seria obrigado a casar.

O sábio escutou-o, olhou-o nos olhos e disse-lhe apenas uma coisa: Ame-a.
E logo se calou.

Disse o rapaz:
– Mas, ainda tenho dúvidas…

– Ame-a, disse-lhe novamente o sábio.

E, diante do desconcerto do jovem, depois de um breve silêncio, disse-lhe o seguinte:

– Meu filho, amar é uma decisão, não um sentimento. Amar é dedicação. Amar é um verbo e o fruto dessa ação é o amor. O amor é um exercício de jardinagem. Arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, regue e cuide. Esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excessos de chuvas, mas nem por isso abandone o seu jardim. Ame, ou seja, aceite, valorize, respeite, dê afeto, ternura, admire e Compreenda.
Simplesmente: Ame!

A inteligência sem amor, te faz perverso.
A justiça sem amor, te faz implacável.
A diplomacia sem amor, te faz hipócrita.
O êxito sem amor, te faz arrogante.
A riqueza sem amor, te faz avarento.
A docilidade sem amor, te faz servil.
A pobreza sem amor, te faz revoltado.
A beleza sem amor, te faz horrível.
A autoridade sem amor, te faz tirano.
O trabalho sem amor, te faz escravo.
A simplicidade sem amor, te deprecia.
A lei sem amor, te escraviza.
A política sem amor, te faz corrupto.

A vida sem AMOR…não tem sentido.

Imagem: Internet