Presença de Natal

christmas-red-candles-header

De repente…sons que aumentam,
Frases que se elevam,
Risos que me preenchem,
Euforia, esperança, canções,
cheiro de amor…
Quem chegou? Quem bate?
Feliz Natal! Sinto que chegaste,
Chegaste, não, já estavas aqui
Apenas eu não te via,
Que alegria!
Preenches o meu Natal,
Com carinho, luz e calor!
Amigo eterno,
Amigo de todas as horas,
Não faltaste nunca,
nem faltarás agora,
Como sempre, estás aqui,
estás comigo, Senhor!

Na fé, nunca estamos sós…
Não há melhor companhia
Que termos juntos a nós
O Aniversariante do dia!

Oriza Martins

Anúncios

AS MÃOS DA MULHER

la-chuva-123

Com poema e citações, desejo um feliz 8 de Março a todas as mulheres do mundo. Que o Dia Internacional dos Direitos da Mulher abra as portas à amizade e à igualdade entre homens e mulheres.

As Mãos da Mulher

Vestem necessitados,
ensinando a bondade.
Dão o exemplo,
ensinando o amor.
Embalam o berço,
ensinando a ternura.
Indicam o caminho,
ensinando a se decidir.
Preparam alimentos,
ensinando a repartir.

Erguem as mãos,
ensinando a orar.
Abrigam o aflito,
ensinando a esperança.
Enxugam a lágrima,
ensinando a compartilhar.
Constroem a família,
ensinando a confiar.
Plantam flores,
ensinando a trabalhar.

Ivone Boechat

“Onde tantos homens falharam, uma mulher pode ter sucesso.”
Talleyrand

“A gente não nasce mulher, a gente se torna.”
Simone de Beauvoir

IMAGEM : Internet

POEMINHA DE NATAL

maria-e-o-menino

Desde os tempos mais remotos
Diziam as profecias
Que viria a este mundo
O esperado Messias.

Num pequeno povoado,
Lá longe, no Oriente,
Por um anjo anunciado
Ele estaria com a gente.

A jovem abençoada,
Que se chamava Maria
Foi então a escolhida
Pra nos dar essa alegria.

Fruto do amor divino,
Nasceu num rastro de luz
Esse lindo Deus-menino
A quem se chamou Jesus.

Ele veio pra mostrar
O Seu exemplo ao mundo:
Da humildade, do perdão
E do amor mais profundo.

Nesta época de Natal
Vamos celebrar bastante,
Mas nos lembrarmos primeiro
Do Aniversariante!
Quem nos guia, nos conduz…
Parabéns, Menino Jesus!!

©Oriza Martins

O Natal faz a gente aproximar distâncias e cruzar fronteiras.
Amigos, que o Natal seja um símbolo de Amor e Paz no coração de todos!

 

 

 

QUEM É ELE ?

natal_cristao

Ele é …
Alegria,
Pra lhe fazer sorrir
Esperança
Pra lhe fazer acreditar

Ele é
Puro amor,
Pra ensinar a amar
É luz,
Pra sua vida iluminar

Ele é …
Canto,
Pra lhe fazer dançar
É estrela
Que lhe faz brilhar
É Jesus
Que ao seu lado
Sempre está,
Nasceu pra lhe salvar !

( Sirlei L. Passolongo )

CORAÇÃO É TERRA QUE NINGUÉM VÊ

Coração-é-terra-que-ninguém-vê

Quis ser um dia, jardineira
de um coração.
Sachei, mondei – nada colhi.
Nasceram espinhos
e nos espinhos me feri.

Quis ser um dia, jardineira
de um coração.
Cavei, plantei.
Na terra ingrata
nada criei.

Semeador da Parábola…
Lancei a boa semente
a gestos largos…
Aves do céu levaram.
Espinhos do chão cobriram.
O resto se perdeu
na terra dura
da ingratidão

Coração é terra que ninguém vê
– diz o ditado.
Plantei, reguei, nada deu, não.
Terra de lagedo, de pedregulho,
– teu coração. Bati na porta de um coração.
Bati. Bati. Nada escutei.
Casa vazia. Porta fechada,
foi que encontrei…

Cora Coralina

O AMOR ANTIGO

2048

O amor antigo vive de si mesmo,
não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
mas do destino vão nega a sentença.

O amor antigo tem raízes fundas,
feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
e por estas suplanta a natureza.

Se em toda parte o tempo desmorona
aquilo que foi grande e deslumbrante,
o antigo amor, porém, nunca fenece
e a cada dia surge mais amante.

Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
e resplandece no seu canto obscuro,
tanto mais velho quanto mais amor.

Carlos Drummond de Andrade
Imagem : Oficina do Gif

CONFESSE

1507003_10205159240354938_4476698682901838196_n

Às vezes… dou-me a pensar…

"Hoje…onde é que o Amor mora?!"

Não o Amor de agora…
Que esse(!?)…parece…mas não é…
Mas aquele… puro
De outrora!…
Que quando grita de fé
Na entrega…
Nada nega…nem limita…

É assim…o meu!…

E se o tempo assim teceu…
É duro vê-lo acabar!…
…Que de tão raro que hoje é
Já só o reconhece
Quem alguma vez o viveu!…
E se o coração não mente…
– E o seu não é diferente…-
Confesse agora…você…

"Que o tal Amor (?)…nem o conhece!…
Ou há muito… que o não vê…"

Manuel Sepúlveda*
Ilustrado por Anabela Araújo* com @rte de Duy Huynh