waterfall-802003_640

Deus colocou na natureza as quedas d’água para que o homem pudesse observar quanta energia ele pode tirar de suas próprias quedas.
Emmanuel

Anúncios

VIVER NÃO DÓI

bd051414eea17710

Carlos Drummond de Andrade

  Definitivo, como tudo que é simples. Nossa dor não    advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor?

  O certo seria a gente não sofrer, apenas  agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.

Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido?

A resposta é simples como um verso: Se iludindo menos e vivendo
mais!!!

A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.

O sofrimento é opcional.

Fonte: LUSO POEMAS

 

 

 

 

CHICO XAVIER

Chico_Xavier.jpgO mais difícil é ajudar em silêncio, amar sem crítica, dar sem pedir, entender sem reclamar… A aquisição mais difícil para todos nós chama-se paciência.

Imagem : Internet

TEXTO A MEDITAR

wir.skyrock.net_thumb.jpg

Percebi que existem prioridades na vida. Que as pessoas que você conhece não são necessariamente seus amigos. Eu entendi isso na vida, nem sempre temos o que queremos. Eu entendi que não somos nada na Terra. Em um segundo, tudo pode desmoronar, nada é adquirido. Compreendi que não devia ser pretensioso nem incapaz. Que certos assuntos importantes fazem refletir. Até chegar ao lugar sensível que às vezes nos rasga. Responsável eu sou e tomo consciência das coisas. Por isso, eu sei muito bem em quem eu confio. Percebi que ferir as pessoas não era bom. Que os arrependimentos não são mais úteis quando a morte chega. Que cada segundo é retirado do nosso crédito de vida. Percebi que sem paciência, coragem e vontade, não podemos conseguir nada. Que não devemos confiar na aparência nem na grandeza. Porque entendi que o importante é o que está no coração.

Charlie Chaplin

Imagem : O garoto, seu primeiro longa-metragem.  (Internet)

 

 

 

O TEU TEMPO É LIMITADO

“O teu tempo é limitado, por isso não o desperdices a viver a vida de outra pessoa. Não te deixes armadilhar pelos dogmas – que é a mesma coisa que viver pelos resultados do que outras pessoas pensaram. Não deixes que o ruído das opiniões dos outros saia da tua própria voz interior. E, mais importante ainda, tem a coragem de seguir o teu coração e a tua intuição. Estes já sabem, de alguma forma, aquilo em que tu verdadeiramente te vais tornar. Tudo o resto é secundário.”

Steve Jobs*

Ilustrado por Anabela Araújo* com @rte de Adélio Sarro*

 

 

 

 

O SEGREDO DO CASAMENTO

c4bfc0a6

 

Qual será o segredo dos casamentos duradouros? Casais que convivem há anos falam de paciência, renúncia, compreensão. Em verdade, cada um tem sua fórmula especial. Recentement temos as anotações de um escritor que achamos muito interessantes. Ele afirma que um bom casamento deve ser criado.

No casamento, as pequenas coisas são as grandes coisas.
É jamais ser muito velho para dar-se as mãos, diz ele.
É lembrar de dizer “te amo”, pelo menos uma vez ao dia.
É nunca ir dormir zangado.

É ter valores e objetivos comuns.
É estar unidos ao enfrentar o mundo.
É formar um círculo de amor que una toda a família.

Fonte : Autor desconhecido
Image : CenterBlog