MONTRÉAL

Montreal é a segunda cidade mais populosa do Canadá. Está localizada principalmente na ilha fluvial de Montreal, no rio São Lourenço, no sul da província de Quebec, que é a metrópole. (Wikipédia – Tradução)

EU SÓ PEÇO A DEUS E PRECE DE GANDHI

Eu só peço a Deus
Que a dor não me seja indiferente
Que a morte não me encontre um dia
Solitário sem ter feito o que eu queria

Eu só peço a Deus
Que a dor não me seja indiferente
Que a morte não me encontre um dia
Solitário sem ter feito o que eu queria

Eu só peço a Deus
Que a injustiça não me seja indiferente
Pois não posso dar a outra face
Se já fui machucada brutalmente

Eu só peço a Deus
Que a guerra não me seja indiferente
É um monstro grande e pisa forte
Toda pobre inocência dessa gente

Eu só peço a Deus
Que a mentira não me seja indiferente
Se um só traidor tem mais poder que um povo
Que este povo não esqueça facilmente

Eu só peço a Deus
Que o futuro não me seja indiferente
Sem ter que fugir desenganando
Pra viver uma cultura diferente

Composição: León Gieco / Raul Ellwanger

 

 

 

QUINTA FEIRA SANTA

Recordamos hoje a Última Ceia de Jesus com seus apóstolos. Lembramos também o momento em que Ele se levanta da mesa para lavar os pés deles. É também o grande dia da instituição da Eucaristia e do sacerdócio. 
O gesto de lavar os pés significa que devemos ser servos de outros.
É em torno desta mesa que todas as diferenças devem desaparecer, porque a Eucaristia reúne todos.

 

Côro

Assim como Ele, saber pôr a mesa,
Assim como Ele, estar pronto para ajudar,
Levantar todos os dias
E servir por amor
Como Ele.

Oferecer o pão da sua Palavra
Aos que têm fome de felicidade.
Ser para eles sinal do Reino
No meio do nosso mundo.

Oferecer o pão de sua presença
Aos que têm fome de ser amados.
Ser para eles sinal de esperança
No meio do nosso mundo.

Oferecer o pão de sua promessa
Aos que têm fome de um belo futuro.
Ser para eles sinal de ternura
No meio do nosso mundo.

A TERRA É A NOSSA CASA

 

Havia um jardim

É uma música para crianças
Que nascem e vivem entre o aço
E o betume entre o concreto e o asfalto
E que talvez nunca vão saber
Que a Terra era um jardim.

Havia um jardim chamado Terra
Ele brilhava ao sol como um fruto proibido
Não, não era o céu nem o inferno
Nem nada já visto ou entendido

Havia um jardim uma casa e árvores
Com uma cama de espuma para fazer amor
E um riacho correndo sem uma onda
Vinha refrescá-lo e prosseguia seu curso

Havia um jardim tão grande como um vale
Podíamos nos alimentar em todas as estações
Sobre a terra ardente ou sobre a grama gelada
E descobrir flores que não tinham nome

Havia um jardim chamado Terra
Era bastante grande para milhares de crianças
Era habitado outrora por nossos avós
Que herdaram eles mesmos dos seus avós

Onde está este jardim onde poderíamos ter nascido
Onde pudéssemos viver despreocupados e desnudos
Onde está esta casa com todas as portas abertas
Que eu procuro e não consigo encontrar