DESEJO A TODOS FELIZ PÁSCOA!

pascoa_Jesus Imagem: Juventude Missionária

Páscoa é dizer sim ao amor e à vida.
É investir na fraternidade.
É lutar por um mundo melhor.
É vivenciar a solidariedade.

Ressuscitei e estou com você…
«porque meu amor é para sempre»
Sl 136

index 
Imagem: Jardim da Fé

UMA LENDA INDÍGENA

A Vitória-Régia

V. R.

A vitória-régia é uma flor aquática, típica do rio Amazonas. Os índios contam uma lenda para explicar seu aparecimento.
Naia era uma indiazinha bem bonita e pensava, como todos de sua tribo, que a Lua era um moço de prata. Do casamento das índias virgens com este moço, nasciam as estrelinhas do céu.
Assim Naia corria vales e montes, erguendo os braços e tentando, a todo custo, alcançar a Lua. Mas, mesmo subindo nas mais altas montanhas, a Lua ficava sempre muito longe, no céu infinito.
Naia desistiu de buscar o moço de prata e ficou triste.
Uma bela noite, porém, aproximou-se do grande rio. O que viu? Dentro dele, bem lá no fundo, estava a Lua. Naia não teve a menor dúvida. O moço de prata, noivo das virgens, lá estava, chamando-a, num convite de amor.
A jovem lançou-se às águas do rio-mar, num mergulho ansioso. Foi-se afundando, mais e mais, até desaparecer para sempre.
A Lua sentiu-se responsável pelo trágico acidente e achou que a indiazinha merecia ser recompensada e viver para sempre. Num gesto de gratidão, a Lua transformou-lhe o corpo numa flor diferente, bela e majestosa: a vitória-régia.

Fonte: Falando Lendo Escrevendo Português
             Um Curso Para Estrangeiros
Imagem: Gazeta MOGBA

PESSOAS SÃO FLORES

 lady0.jpg - Norma

As rosas são majestosas
As margaridas são alegres
Violetas são atrevidas
Os crisântemos são imponentes
Os cravos têm um jeito todo inocente
Ah! As orquídeas são intrigantes
E os lírios já nascem radiantes…
Pessoas são como as flores…
Cada uma tem sua cor, sua imagem
Cada uma tem um sorriso diferente
Um jeito especial de olhar
Cada uma tem um toque de carinho…
Uma lição para ensinar…
Um jeito próprio de ser
Mas essa essência são feito as flores
Nasceram pra nossa vida enfeitar.

Sirley Passolongo e Sua Poesia
Imagem: Gifs & Imagem

 

CAMINHOS…CAMINHOS…

             Jenário de Fátima

 

401x340xcaminho.jpg.pagespeed.ic.wzrwVOXE2K

Caminhos que se foram e vieram
Caminhos em que andei, andarilhei
Caminhos que por certo ainda me esperam
E por certo caminhos que ainda irei.

Sei bem! Estes caminhos muitos eram
Apenas uns atalhos e desviei,
Porém estes desvios só me deram
A certeza de que pouco ainda andei.

Andar preciso mais é o que sinto,
Mesmo que hajam escarpas e ladeiras
E mesmo em intrigantes labirintos.

Talvez andando assim, eu veja indício
(Por mais que tenha a vista nevoeira)
De quando é uma reta, ou precipício!

Fonte: Portal de Emoções
Oriza Martins

O PARADOXO DE NOSSO TEMPO

th2MEFWPBY

O paradoxo de nosso tempo na história e que temos edifícios mais altos, mas pavios mais curtos; auto-estradas mais largas, mas pontos de vista mais estreitos; gastamos mais, mas desfrutamos menos.

Temos casas maiores e famílias menores; mais conveniências, mas menos tempo; temos mais graus acadêmicos, mas menos senso; mais conhecimento e menos poder de julgamento; mais proficiência, porém mais problemas; mais medicina, mas menos saúde.

Dirigimos rápido demais, nos irritamos muito facilmente, ficamos acordados até tarde, acordamos cansados demais, raramente paramos para ler um livro, ficamos tempo demais diante da TV e raramente oramos.

Multiplicamos nossas posses, mas reduzimos nossos valores. Falamos demais, amamos raramente e odiamos com muita frequência.

Aprendemos como ganhar a vida, mas não vivemos essa vida. Adicionamos anos à extensão de nossas vidas, mas não vida à extensão de nossos anos.

Já fomos à Lua e dela voltamos, mas temos dificuldade em atravessar a rua e nos encontrarmos com nosso vizinho. Conquistamos o espaço exterior, mas não nosso espaço interior.

Fizemos coisas maiores, mas não coisas melhores. Limpamos o ar, mas poluimos a alma. Dividimos o átomo, mas não nossos preconceitos.. Escrevemos mais, mas aprendemos menos.

Planejamos mais, mas realizamos menos. Aprendemos a correr contra o tempo, mas não a esperar com paciência. Temos maiores rendimentos, mas menor padrão moral. Temos mais comida, mas menos apaziguamento.

Construímos mais computadores para armazenar mais informações para produzir mais cópias do que nunca, mas temos menos comunicação. Tivemos avanços na quantidade, mas não em qualidade.

Estes são tempos de refeições rápidas e digestão lenta; de homens altos e caráter baixo; lucros expressivos, mas relacionamentos rasos. Estes são tempos em que se almeja a paz mundial, mas perdura a guerra nos lares; temos mais lazer, mas menos diversão; maior variedade de tipos de comida, mas menos nutrição.

São dias de duas fontes de renda, mas de mais divórcios; de residências mais belas, mas lares quebrados. São dias de viagens rápidas, fraldas descartáveis, moralidade também descartável, “ficadas” de uma só noite, corpos acima do peso, e pílulas que fazem tudo: alegrar, aquietar, matar.

É um tempo em que há muito na vitrine e nada no estoque; um tempo em que a tecnologia pode levar-lhe estas palavras e você pode escolher entre fazer alguma diferença, ou simplesmente apertar a tecla DEL.

Autor desconhecido
Imagem Internet

ABISMOS

 53

Coração apaixonado se
faz refém das armadilhas
da ilusão…
Entrega-se ao prelúdio
da paixão esquecendo-se
que toda emoção é
efêmera…Que a solidão
sempre está à porta de
qualquer amanhecer…
E que pode haver um choro
enclausurado na cegueira
do amor…
Coração apaixonado faz
questão de pulsar inteiro
o sentimento que embevece
a alma…
Não deixa espaço para a vida
reservar um lugar onde
guarda-se mágoas ou
decepções…
Coração apaixonado arrisca-se,
Joga-se em abismos sedutores
mesmo que arrebente-se em mil
pedaços…

Cida Luz
Imagem: Gifs & Imagens

Tadoro5XXc

VIVENDO

A vida parece difícil?
Há pedras no caminho?
Pare um instante,
Respire fundo,
Reflita…
Olhe bem nos olhos da vida,
Não como adversária,
Não como inimiga,
Mas como fiel companheira.

Pense alto, pense forte.
Arregace as mangas,
Siga em frente
E abra um sorriso largo.
Viver é uma arte…
Um eterno renascer,
Um eterno renovar,
Uma longa aprendizagem,
Uma longa caminhada,
Enfrentando desafios.

N. Rogero

b-lt